21 de maio de 2017 Norte , Brasil

Em Rio Branco respire história de luta pela nacionalidade

Esculturas homenageiam as figuras tradicionais do Acre

A capital do Acre preserva um ar de reverência às suas origens, da época em que a região pertencia à Bolívia, mas era habitada e explorada pela mão de obra de brasileiros. Monumentos, museus e os nomes das praças, ruas e travessas nos remetem a esse passado não tão longínquo. A alma das pessoas que nasceram ou moram ali há muitos anos está impregnada dessa verdadeira nacionalidade.

Sim, nacionalidade, já que foi declarado, por três vezes, independente do Brasil ou da Bolívia, primeiro pelo espanhol Luiz Galvéz Arias, e depois pelos brasileiros Rodrigo de Carvalho e o herói local Plácido de Castro, fundador do Estado (ou República) Independente do Acre.

As atrações turística de Rio Branco são muitas e de todos os gostos: Palácio Rio Branco, Memorial dos Autonomistas (museu), Museu da Borracha, praça da Revolução (praça Plácido de Castro), com monumentos e prédios antigos no entorno, Gameleira - muitos barzinhos e arquitetura da cidade original restaurada, Catedral de Nossa Senhora de Nazaré, passarela Joaquim Macedo, sobre o rio Acre e o Parque da Maternidade, com diversas opções de lazer. As pontes metálicas também merecem destaque. Uma delas tinha um tabuleiro que era retirado para passagem de embarcações.

Posts

12 de maro de 2018 Aventura , Cultura , História , Passeio

Está em Rondônia? Veja dicas de viagens rápidas no feriado

Em março teremos um feriado na sexta-feira (dia 30) perfeito para uma viagem rápida. Se você mora em Rondônia, é possível conhecer algumas cidades do Estado ou dar um pulinho ali no Acre ou Amazonas.

Leia mais
06 de junho de 2017 Aventura , Passeio

Flutuando sobre a floresta num balão

Em homenagem a Júlio Verne e à sua obra “Cinco semanas em um balão”, passamos uma hora em um balão, sobrevoando a área rural de Rio Branco. Voamos sobre pastos e do que restou da floresta amazônica.

Leia mais

Autor: Marcela Ximenes, Teu Norte
Compartilhar: