10 de maro de 2018 Norte , Brasil

Você tem que ver o que há em Belém do Pará

Mercado Ver-o-Peso

 

Se o Norte fosse um país, Belém poderia ser a capital. A cidade é rica em história, tradições, manifestações culturais e tem uma culinária surpreendente e deliciosa. Ah, e claro! Os paraenses são simpáticos e alegres, cheios de gentileza e boa vontade. Você pode começar ser tour pela cidade a partir do Mercado Ver-o-Peso e lá conhecer um pouco dos costumes locais. Para quem gosta de experimentar sabores nativos durante a viagem é um bom começo provar o açaí com camarão ou peixe frito servido nas barracas do mercado. Se você não é do Norte, talvez estranhe o hábito nortista de tomar/comer açaí com farinha de mandioca - que tal experimentar?

No mercado você verá uma variedade de vidrinhos das mais variadas cores, o conteúdo deles é quase mágico e é recomendado para todo tipo de mal ou de desejo. Você pode comprar desde um cheirinho para curar dor de amor até um banho para ter sucesso na carreira.

Os museus, as igrejas e a Estação das Docas são programas que não podem faltar no seu roteiro.

A Estação das Docas - localizada na beira do rio Guajará - tem vários restaurantes com o que de melhor há em Belém: a comida típica paraense, com foco em peixes e frutos regionais (ai, que saudade!). Você pode ir no final da tarde para ver o espetáculo do por do sol, assistir - quem sabe - a apresentação de um grupo de carimbó, tomar açaí ou apenas sentar e contemplar.

Mangal das Garças: imperdível

Também é imperdível um passeio no Mangal das Garças - um parque à beira do rio Guamá - cheio de garças, guarás e outros animais. O local tem orquidário, borboletário, viveiro de pássaros, um mirante de quase 50 metros de altura de onde dá para ver todo o parque o parte da cidade e ainda o delicioso Manjar das Garças, restaurante que serve pratos à base de produtos regionais.

Com mais de dois milhões de habitantes, Belém é uma cidade rica cheia de belezas amazônicas, mas com brilho próprio. Reserve pelo menos três dias inteiros para conhecer a capital do Pará.


Autor: Marcela Ximenes, Teu Norte
Compartilhar: